My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

CUIDADO, BEBER APENAS ÁGUA DURANTE O EXERCÍCIO DESIDRATA!



Acredito que algumas pessoas que estão lendo este post devem estar pensando que foi um erro de digitação ou que eu sou maluquinha! Mas na verdade nenhuma das duas coisas. O nosso corpo precisa se manter em equilíbrio constantemente, e também estamos produzindo calor constantemente. Isso quer dizer que se não controlarmos a temperatura vamos superaquecer e morrer. Mas claro isso não ocorre facilmente. Para controlar a alta temperatura que poderíamos chegar suamos.

Nossas glândulas produzem uma secreção que é lançada sobre nossa pele e quando evapora provoca diminuição da temperatura corpórea. O suor. Simples assim. Para que o suor seja produzido e direcionado para o local correto é colocado nessa secreção sais e eletrólitos. Dessa forma quando suamos perdemos água, sais e eletrólitos.

Quando estamos fazendo exercício nossa temperatura aumenta e assim a produção de suor também e ainda se o local que estamos for muito úmido o suor tem dificuldade em evaporar. Então precisamos produzir mais suor ainda. Resumo, quanto mais quente, mais úmido e mais intenso o exercício, mais suamos, mais perdemos água, sais e eletrólitos.

Sabendo disso podemos entender essa história da água desidratar. Ficou claro que perdemos água, sais minerais e eletrólitos, certo. Agora pense comigo. Se você bebe água você estará ingerindo apenas água. Sei que parece ridículo esse raciocínio, mas quero dizer que bebendo água não há reposição de sais e eletrólitos e você continua suando. Quanto mais suamos e mais água bebemos mais diluímos nossos líquidos corporais e assim não funcionamos bem. Em um primeiro momento nosso desempenho cai, depois podemos ter contraturas, câimbras, superaquecimento e colapsos e em casos mais extremos convulsões, coma e óbito.

Não vamos chegar a esse extremo claro, porém a situação pode ficar complicada se depois do exercício você continuar bebendo apenas água. Isso ocorre com as pessoas que querem emagrecer e se recusam a se alimentar de forma correta querendo aumentar o efeito do exercício sobre a perda de gordura ficando em jejum e bebendo água. Já adianto que isso não ocorre. A ingestão excessiva e contínua de água provoca um aumento na produção de urina, pois o excesso de água precisa ser eliminado do organismo. Da mesma forma que o suor, a urina na sua formação, carrega sais e eletrólitos. Na urina perdemos sais e eletrólitos.

A situação que se estabelece é: a pessoa faz exercícios, sua e desidrata. Bebe água durante o exercício e não repõe sais e eletrólitos. Termina de fazer os exercícios e continua bebendo apenas água para não engordar. A água acelera a desidratação pois aumenta a produção de urina e a perda de mais eletrólitos e sais. Essa situação tem o lindo nome de HIPONATREMIA. Hipo = pouco Natrium = sódio

Em uma escala bem menor é o que ocorre com as pessoas que “bebem água para emagrecer”. Sim é fato água não engorda, mas água não emagrece! Não adianta ficar bebendo água todo o tempo e não se alimentar corretamente porque isso não ajuda em nada, só atrapalha o funcionamento organismo. O que ocorre com as pessoas que fazem isso, é ficar com sede o tempo todo. Claro estão desidratadas porque perderam água, sais e eletrólitos. O modo que o corpo tem de avisar é desencadeando a sensação de sede. E a pessoa bebe mais água. Ficando todo o tempo com o funcionamento do seu organismo prejudicado. O que fazer é muito simples e pode ser resumido em uma palavra: bom senso. Comer, beber e se exercitar com moderação. Simples não é mesmo? Não se esqueça de se alimentar e se hidratar antes de fazer exercícios.

Dra. Ivani Manzzo

Health Coach & Exercise Physiologist

www.myclickcoach.com


Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Arquivo
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Classic
Entre em Contato