My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

A hipertensão pode ser tratada apenas com exercícios?

May 20, 2016

 

A hipertensão arterial (pressão alta) é uma enfermidade que pode levar à outras enfermidades também graves como cardiopatias, acidentes vasculares, danos nos rins entre outras. Já se sabe há muito tempo que pessoas que praticam exercícios estão menos propensas a desenvolverem hipertensão arterial. Mas a pergunta que se faz é: a prática de exercícios pode controlar a pressão arterial de hipertensos?

 

A pressão arterial é controlada pelo sistema nervoso autônomo. Essa parte do sistema nervos é também responsável por uma série de respostas do nosso organismo diante de situações do dia a dia.

Primeiro vamos explicar que aumentar a pressão arterial é algo benéfico na maioria das vezes. O problema está em não conseguir abaixar depois. Quero dizer que todos nós temos picos de pressão alta durante o dia e à noite também, depende dos nossos sonhos. O que ocorre nas nossas artérias é igual ao que fazemos quando estamos molhando as plantas do jardim com uma mangueira. Se diminuir o fluxo de água, nós apertamos a mangueira para aumentar a pressão e assim conseguimos fazer a água chegar mais longe, certo? Se precisarmos, de repente, de mais oxigênio em alguma parte do nosso corpo, a forma mais rápida de providenciar é aumentando o fluxo sanguíneo por aumento da pressão arterial. Assim que os ajustes de frequência cardíaca e respiração ocorrerem, mais oxigênio estará disponível e a pressão arterial poderá diminuir. Pronto. Tudo certo.

 

Esse aumento de pressão arterial ocorre por vários motivos, como fazer exercícios, subir uma escada, levar um susto, ou estresse. Quando os mecanismos de controle da pressão arterial se danificam, não podemos mais controlar a pressão e ela pode ficar alta por muito tempo e isso é muito perigoso, pois uma artéria pode se romper a qualquer momento causando danos na região, ou em longo prazo poderá danificar o coração e os rins, entre outras consequências.

 

O que estamos falando hoje é que os praticantes de exercícios parecem ter uma proteção, induzida pelo exercício, e esses mecanismos de controle da pressão arterial dificilmente se danificam. Mas como estávamos falando no início do texto, o que ocorre com a pressão arterial de pessoas que já são hipertensas e começam a praticar exercícios?

 

Em uma publicação do © IQWiG (Institute for Quality and Efficiency in Health Care), encontramos algumas respostas.  Eles analisaram quatro estudos com 800 pessoas que eram hipertensas e foram monitoradas por um ano. Os participantes fizeram um programa de treinamento de resistência com atividades de caminhadas, corridas, bicicleta e aeróbicos com duração ente 30 a 60 minutos e foram realizadas entre três à sete vezes por semana.

 

Os resultados dos estudos mostraram que a pressão arterial sistólica (a mais alta) diminuiu em média de 5 a 8 mmHg. A pressão arterial sistólica considerada normal é 120mmHg. Esses estudos ainda não permitiram concluir se estas pessoas também poderiam deixar medicamentos, mas com certeza o resultado é muito animador.

Please reload

Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload