My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

Quando envelhecer com saúde deve passar a ser sua prioridade?

March 18, 2016

 

A maioria das pessoas enquanto jovens, não pensam no envelhecimento com relação a saúde. A preocupação com as economias, aposentadoria são mais comuns. Porém, infelizmente não é comum as pessoas agirem de forma a manterem a saúde por toda a vida.

 

Os nossos hábitos irão influenciar a nossa saúde no futuro. Todos os nossos órgãos e sistemas funcionam desde a nossa formação até o envelhecimento, então é de se esperar que com o tempo esse funcionamento se torne mais precário. Continuando com esse raciocínio, se durante a juventude alguns desses órgãos forem sobrecarregados, eles irão falhar precocemente.

 

O envelhecimento traz algumas modificações que podem ser retardadas, como já mencionado, pelos hábitos de vida ligados a manutenção da saúde, e um deles é o combate ao sedentarismo. Com o avanço da idade as pessoas vão perdendo a mobilidade e o grau de sedentarismo se torna cada vez maior. O que ocorre é que quanto menos atividade um idoso faz, menos força ele terá e com menos força, menos mobilidade. Esse ciclo é contínuo e aos poucos vai minando a saúde.

 

É muito comum que a morte de idosos seja precipitada por complicações decorrentes de uma fratura. Há então a necessidade de se combater as causas das fraturas, o que é muito mais fácil que tratar todas as complicações trazidas por ela. A principal causa de fraturas em idosos são as quedas e estas são devidas a fraqueza muscular. Parece claro então, entender que os exercícios e a manutenção da mobilidade dos idosos pode ajudar muito neste aspecto.

 

Os exercícios ajudam ainda com relação a prevenção da osteoporose, reversão da osteopenia, melhora cardiovascular, melhora cognitiva, diabetes e obesidade.

Os idosos, na sua maioria não tem a iniciativa de fazer exercícios. É necessário que exista uma política pública voltada à saúde dos idosos e que inclua os exercícios. Os parentes também podem ajudar com relação ao incentivo e continuidade dos exercícios para os idosos.

Em alguns países os planos de saúde oferecem descontos para seus assegurados que fazem exercícios regularmente e já existem empresas particulares que fazem o monitoramento de pacientes crônicos para que façam exercícios.

 

Existem muitas formas de agir, basta ter vontade e consciência.

Please reload

Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload