My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

Exercícios e o câncer de mama

 

Apesar de estarmos no século XXI, de toda tecnologia e avanço da medicina, muitas vezes o câncer ainda assusta muito – em especial, o câncer de mama, que traz para muitas mulheres a mutilação do corpo.

 

Todos sabemos da importância da prevenção, dos exames periódicos e do autoexame, mas mesmo assim pode ocorrer. Uma vez diagnosticado o câncer, os procedimentos são variáveis, mas em muitos casos a quimioterapia é utilizada. E, novamente temos as consequências do tratamento, efeitos colaterais debilitantes.

 

O que mais se sabe a respeito das consequências da quimioterapia são a perda dos cabelos, sobrancelhas, emagrecimento, enjoos e perda de apetite. Mas há mais um efeito colateral pouco conhecido e que também é importante, e pior, dura mais tempo. Outra consequência do tratamento farmacológico do câncer de mama são as alterações na cognição.

 

Pode ocorrer uma diminuição no número de palavras que a pessoa se lembra, dificuldade em manter o foco e atenção, diminuição da capacidade de novos aprendizados e de fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo. Podem aparecer ainda diminuição na velocidade dos movimentos físicos e perda no controle dos mesmos.  Todas essas dificuldades, após a notícia de uma doença muito temida somado ao tratamento por quimioterapia traz alterações nas emoções e a depressão pode aparecer. Sem dúvida a qualidade de vida se torna muito precária. O tempo que essa perda de cognição dura é muito relativo e pode durar até 21 anos após o tratamento por quimioterapia.

 

Um estudo de revisão publicado em 2015 (veja a referência completa no final do texto) analisou os efeitos do exercício sobre a perda da cognição desses pacientes. Os estudos analisados na revisão compararam os efeitos do exercício físico com os tratamentos farmacológicos na recuperação da cognição após o tratamento por quimioterapia. Os resultados mostraram que os fármacos foram ineficientes em melhorar o estado cognitivo dos pacientes, enquanto os exercícios físicos e mentais mostraram ser eficientes em promover melhora da cognição, memória, função verbal e de linguagem, além de melhora na orientação e atenção. E, claro, não existem efeitos colaterais.

 

Esses estudos ainda não determinaram quais os melhores exercícios, nem a carga, mas as notícias são muito boas, porque a sobrevida de mulheres que tiveram câncer de mama é cada vez maior. Curar é um passo muito importante, mas manter a qualidade de vida daquelas mulheres que já passaram por essa grande batalha é, sem dúvida, um dever.

 

Eur J Cancer. 2015 Mar;51(4):437-50. doi: 10.1016/j.ejca.2014.12.017. Epub 2015 Jan 23.
Systematic review of pharmacologic and non-pharmacologic interventions to manage cognitive alterations after chemotherapy for breast cancer.
Chan RJ1, McCarthy AL2, Devenish J3, Sullivan KA4, Chan A5
.

Please reload

Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload