My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

Afinal, qual a relação do sono com a obesidade?

 

Trabalhar com obesidade faz com que você encontre as mais variadas desculpas para não emagrecer, ou para engordar. Mas algumas coisas são verdadeiras e parece incrível, mas as verdades são muitas vezes menosprezadas.

 

Poucas pessoas sabem o porquê, mas muitas sabem que uma noite mal dormida traz prejuízos e que várias noites sem dormir direito podem ser muito danosas para a saúde, especialmente para a obesidade.

 

É fácil de observar que as pessoas que passam a ter poucas horas de sono, seja por que iniciam um trabalho ou porque começam a estudar a noite, começam a engordar. Se ficam estressadas então, a obesidade se instala com maior facilidade. Estou falando de um período longo de estresse, não de um problema pontual. Há uma grande verdade na relação entre o sono e a obesidade.

 

Na natureza existem animais que tem seu período de alerta durante a noite e outros durante o dia. Nós humanos temos nosso período de alerta durante o dia. Mas o que controla isso? Hormônios. Nós temos um complexo sistema hormonal de regulação de sono e ingesta alimentar. Acredito que seja claro para a maioria das pessoas que é no período de vigília que está o nosso maior gasto calórico e necessidade de nutrientes. Durante o sono também temos necessidades e gastos, mas os músculos que são os nossos maiores consumidores de energia estão em repouso. Nós somos seres desenvolvidos para isso, dormir à noite e ficarmos acordados durante o dia. Se isso mudar,  estaremos alterando o nosso funcionamento hormonal e a regulação hormonal.

 

Alguns estudos mostram uma associação entre a diminuição nas horas de sono com o aumento na ingestão alimentar. Isso quer dizer que dormir menos aumenta a sensação de fome. E não para por aí. Os estudos mostram também que há uma preferência por alimentos mais calóricos.

Como se tudo isso não bastasse, o fato de dormir poucas horas leva ao cansaço que, por sua vez, diminui o nível de atividade física durante o dia, ou seja, diminui o gasto calórico. Ao longo do tempo, irá ocorrer também uma diminuição do metabolismo basal que é a nossa necessidade energética mínima.

 

Então temos aqui a seguinte situação: menos horas de sono leva a maior sensação de fome, também a uma escolha de alimentos mais calóricos e a um gasto menor de energia. Como fazer para mudar isso tudo? Dormir mais e melhor. Simples assim.

 

Organizar nossa vida, nos colocarmos como prioridade é uma das coisas que se pode fazer para que possamos ter saúde. Sempre que estou no meu trabalho ajudando alguém a emagrecer, encontro pessoas que acham que podem deixar para depois as suas necessidades. É isso que as destrói. Nunca podemos deixar nós mesmos para depois, ou de lado. Se não estivermos bem, saudáveis de corpo e alma, não poderemos ajudar mais ninguém, nem a nós mesmos.

Please reload

Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Classic
Entre em Contato

©2015 by My Click Coach LLC

Criado e desenvolvido por Patricia Retamero Alves