My Click Coach Miami
My Click Coach Brasil

Seja um assinante e receba gratuitamente nossas dicas e informações.

O BOM E O MAU COLESTEROL

 

 

Quem já não ouviu sobre o BOM e o MAU colesterol! E se eu te disser que é o mesmo? Na área da saúde existem uma série de simplificações, necessárias, mas que muitas vezes escondem informações muito importantes. No último post eu comentei a respeito da gordura TRANS e seus malefícios. O que não comentei naquele post é que um dos motivos para essa gordura ser muito usada foi tentar diminuir a quantidade de colesterol na alimentação. O colesterol é um outro tipo de gordura. Há alguns anos atrás as pesquisas indicavam que enfermidades do coração, entre outras, estavam ligadas ao alto índice de “colesterol” sanguíneo. A partir desses dados se iniciou uma corrida para eliminar esse tipo de gordura da alimentação. A gordura TRANS parecia ser a solução.

Alguns esclarecimentos sobre o colesterol. O colesterol é uma gordura produzida pelos animais e nós somos animais. Assim, é fácil concluir que nós produzimos colesterol. Não adianta não comer colesterol para não ter colesterol. Essa alternativa não é possível. Mas que história é essa de colesterol bom e colesterol ruim?

A explicação é bem simples. O nosso sangue é composto principalmente de água, e como todos nós sabemos, água e gordura não se misturam. Como então aquela gordura ingerida poderia ser transportada para outras partes do corpo a partir do sistema digestório? Para isso ocorre a produção de uma partícula recheada de gordura, mas na sua capinha não tem gordura. Dessa forma, ela pode ser transportada pelo sangue sem maiores transtornos. Existem alguns tipos dessa partícula, duas bem conhecidas o LDL e o HDL. Sim esses dois conhecidos nossos são partículas que carregam gordura e entre elas o colesterol. Eles não são o colesterol! Dentro deles existe colesterol e na capinha existem proteínas entre outras coisas. A diferença entre eles é que o LDL tem dentro muito mais colesterol que o HDL e o HDL tem muito mais proteína que o LDL na capinha.

O significado disso é que quanto mais colesterol você come ou produz, mais LDL terá que produzir também para transportá-lo. Por isso que se faz a seguinte afirmação quando o LDL está em níveis elevados no seu sangue: “Seu colesterol está alto”. Isso quer dizer que se foi encontrado muito LDL é porque você tem muito colesterol para ser transportado.

O problema é que o LDL tem a “mania” de grudar na parede dos vasos sanguíneos. E quando ele faz isso, há uma reação do nosso organismo. Nós tratamos de envolve-lo em um emaranhado de substâncias e o deixamos isolados e presos nos vasos. A estrutura que se forma é dura e se chama placa de ateroma. Quanto mais placa de ateroma formar no vaso, mais estreito ele fica, menos sangue passa por ele. E claro a parte do organismo irrigada por esse vaso ficará prejudicada. Se isso ocorrer nos vasos do coração teremos grandes problemas como infarto do miocárdio. Esse é apenas uma parte do problema, porque essa placa pode se soltar e viajar pelo sangue como uma rolha que pode se prender a qualquer momento e entupir um vaso sanguíneo em qualquer lugar do corpo.

Claro que existem forma de se evitar, ou amenizar, tudo isso. Exercícios físicos regulares, alimentação saudável e algo que é muito pouco comentado mas vale lembrar. Diminuir o estresse.

O colesterol é um tipo de gordura muito importante e também muito necessária para nosso corpo. A partir da molécula de colesterol nós produzimos hormônios importantes como cortisol, testosterona, progesterona e estrogênios. O cortisol é um hormônio que age durante o estresse. Esse hormônio providencia uma série de eventos que nos permite passar por esses momentos de estresse. Então é lógico pensar que se estamos estressados aumentamos a produção de cortisol e para isso precisamos de mais colesterol e nossa produção de colesterol também aumenta. Mesmo que você seja vegetariano, mesmo que seja vegan (aquele que não come nem derivados de animais como ovos, leite etc) seus níveis de colesterol irão aumentar. Nesse caso o que realmente fará com que seus níveis de LDL abaixem é a diminuição do estresse.

Como já foi dito no post anterior as gorduras TRANS estimulam a produção de colesterol. Unindo a isso o estresse, a má alimentação e o sedentarismo o resultado é um ser humano muito doente e que pode ter graves problemas de saúde de repente.

A solução está em respeitar a natureza do nosso organismo. Alimentação saudável, boa qualidade de sono e exercícios físicos são a chave para uma vida mais saudável e melhor. Quem desejar pode também acrescentar um pouco de espiritualidade, com certeza não vai atrapalhar.

 

Dra. Ivani Manzzo

Health Coach & Exercise Physiologist

www.myclickcoach.com

Please reload

Dra. Ivani Manzzo

Dra. Ivani Manzo é PhD em Ciências pela Escola Paulista de Medicina UNIFESP - EPM com ênfase em obesidade, gestação e exercício. Lecionou em Universidades por mais de 20 anos e há 10 anos auxilia as pessoas a terem mais saúde e qualidade de vida, prescrevendo exercícios e orientando a alimentação. Atualmente reside nos Estados Unidos, onde trabalha e ministra palestras. Devido   a sua ajuda especialmente a comunidade brasileira, teve seu trabalho reconhecido sendo premiada como Notável da Flórida do ano de 2016. 

Leia mais aqui

Artigos Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload